Welcome, choose your language!
Bienvenido, elija su idioma!
Willkommen, wählen Sie Ihre Sprache!
Bienvenue, choisissez votre langue!
ようこそ、あなたの言語を選択します!

6 de novembro de 2010

As Pirâmides de 11 mil anos submersas no Japão podem confirmar a Terceira Raça

Desde 1995, mergulhadores e cientistas japoneses estudam uma das mais importantes descobertas arqueológicas do planeta, misteriosamente ignorada pela imprensa ocidental.

Localizada a alguns quilômetros da ilha de Yonaguni, estão os restos submersos de uma cidade muito antiga. Muito antiga MESMO! Os estudos geológicos calcularam a idade destes monumentos como tendo 11.000 anos de idade, o que os colocaria como uma das edificações mais antigas do planeta.

Ao longo de mais de uma década de explorações, mergulhadores já haviam localizado nada menos do que oito grandes estruturas feitas pelo

 homem, incluindo um enorme platô com mais de 200m de comprimento, uma pirâmide no mesmo estilo das aztecas e maias (constituídas de 5 andares e alinhadas de acordo com pontos cardeais), bem como um conjunto completo de zigurates, demarcando áreas e regiões específicas no platô.Assim como são “coincidências” o fato das pirâmides do Egito estarem alinhadas com a constelação de Orion (Osíris), as pirâmides encontradas na China alinharem perfeitamente com a constelação de Gêmeos, os Templos astecas de Tecnochtitlan estarem alinhados com a constelação de Urso, Angkor Wat (aqueles templos que a Lara Croft explora no Cambodja) estarem alinhados com a constelação do Dragão e assim por diante

Uma estrutura que se pensa ser a construção mais velha do mundo, com quase duas vezes a idade das grandes pirâmides do Egito, foi recentemente descoberta. A formação retangular de pedras abaixo do mar na costa do Japão poderia ser a primeira evidência de uma desconhecida civilização anterior a Idade da Pedra, dizem os arqueólogos. O monumento tem 600 pés de largura e 90 pés de altura e foi datado com pelo menos 8.000 a.C.

Equipe do dr. Masaaki Kimura, da Universidade de Ryûkyû, exploram o sítio arqueológico submarino. Escadarias, rampas, terraços, entalhes na rocha e outros indícios da "mão humana", como ferramentas. Yonaguni pode ser o mais antigo consjunto arquitetônico da história.

DIREITA: A Okinawan Rosseta stone, com símbolos que foram encontrados gravados nas pedras das ruínas submersas. A Okinawa Roseta é um achado arqueológico de Okinawa.

No arquipélago de Ryûkyû, a 480 km a sudoeste de Okinawa - Japão, as águas em torno da ilha de Yonaguni escondem um conjunto de misteriosas ruínas magalíticas. O território, de 28,88 km² e uma população de pouco mais de mil e setecentas pessoas, atraiu a atenção de historiadores, arqueólogos e outros cientistas quando, em 1985, um mergulhador descobriu as magníficas estruturas de pedra submersas nas águas que circundam a ilha.

Quando fotos do lugar foram divulgadas, imediatamente começou a polêmica sobre a origem dos terraços e escadarias. Muitos estudiosos recusaram aceitar que as ruínas sejam de construções feitas por mão humana. As formas geométricas, os ângulos muito certos, foram atribuídos a "agentes naturais". Entretanto, outros pesquisadores afirmam que o fundo do mar de Yonaguni é o túmulo de uma próspera civilização possivelmente mais antiga que Suméria, Egito, Índia ou China.

Em 1997, dr. Masaaki Kimura, professor da Universidade de Ryûkyû, PHD em geologia marinha, publicou A Continent Lost In The Pacific Ocean, onde defende a teoria da civilização submersa; no mesmo ano, uma equipe da universidade empreendeu estudos no sítio arqueológico.

Em 04 de maio de 1998, partes da ilha e das ruínas foram sacudidas por um terremoto. Depois do abalo, foram realizadas filmagens submarinas. Constatou-se que haviam surgido novas estruturas de forma similar aos zigurats da Mesopotâmia. Estes seriam, então, os edifícios mais antigos do mundo. Foram encontradas marcas nas pedras que evidenciam o trabalho feito nelas, incluse entalhes. Também foram achadas ferramentas e uma pequena escadaria. A hipótese de formação natural em Yonaguni tornou-se, então, pouco plausivel.

O Enigma da Face

Submersa, 18 metros abaixo da superfície, surge uma cabeça megalítica, um rosto de pedra gasto pela erosão das águas que faz lembrar as cabeças de pedra de outros lugares antigos: Moais, no Pacífico; La Venta, Golfo do México.

Há 6 mil anos, as ruínas eram terras emersas, ligadas ao continente. A elevação do nível dos mares ao longo de eras fez submergir territórios como os da costa de Yonaguni. Há especulações sobre a "identidade" da civilização sepultada naquelas águas. Muitos falam em Atlântida mas, se parte de uma "civilização perdida" repousa no leito daquele mar então o mais certo é que seja a Lemúria ou Mu, ainda mais antiga, chamada pelos esotéricos de civilização da Terceira Raça.

Fonte: rodrigoenok 02/2008

















49 comentários:

Anônimo | 5 de janeiro de 2010 17:51  

Quanta históra no fundo do mar!

Anônimo | 7 de janeiro de 2010 06:57  

Eu acredito! 2012 Ta chegando!!

Gilson | 25 de janeiro de 2010 20:44  

Piramide debaixo do MAR? HAHAHA, agora eles vão falar o que? que eles carregavam uma pedra de 2 toneladas e subia pra respirar? uSAHushuasH
A verdade todos sabemos, más temos medo de admitir! DCSLIVE, continue com esse exelente trabalho! Acompanho vocês desde o inicio!

Viviane rodrigues | 26 de março de 2010 11:07  

Viviane /
Parabéns ao Dr.Masaaki por revelações preciosicimais , nós pesquisadores espiritas baseando-se em fatos hestoricos. faz-nos crer a origem de nossos ancestrais, e compriendermos melhor os fenomenos que hoje estão existindo.Tenho estudo sobre Atlantida com profecias de 2014, estudo osiriano que a Atlantida voltara a superficie. ISSO É UM ESTUDO DO Colin Amery ( 1976)... Como disse: gosto de hestoria que comfirme o que existe no hoje.

Anônimo | 27 de março de 2010 10:05  

Nosso planeta guarda vestigios de antigas civilizações que nasceram, cresceram, tiveram seu apogeu, definharam e desapareceram, dando lugar a novas civilizações que originaram nossa cultura atual, como os astecas, os maias, o Egito, Roma entre outros. esta deve ser a civilização do continente de Mu, que submergio, conforme a história. Tambem nossa humanidada um dia dará lugar a outra mais avançada, num ritmo seletivo de desenvolvimento.

José Paulo Chinelate | 31 de março de 2010 08:38  

Nada de novo no front.
Se querem saber algo a respeito das sucessivas civilizações que nos antecederam e já vislumbrar as que nos sucederão, leiam o livro: "A Caminho da Luz" ditado pelo Espírito Emmanuel e psicografado pelo Médium Francisco Cândido Xavier.

Anônimo | 31 de março de 2010 16:55  

No Livro "A Caminho da Luz" de Emmanuelcitado pelo Paulo Chinelate, a Lemúria é citada com detalhes de localização geográfica, vale a pena pesquisar, a Ciência Espírita nos revela um conjunto bem expressivo de realidades desconhecidas pelos nossos Historiadores.Evandro

frater.vicente | 8 de abril de 2010 11:00  

E agora?
O que dirão os críticos e difamadores de Helena Petrovna Blavatsky (1831/1891), autora de A Doutrina Secreta?
Louca, charlatã ou visionária?
Esta reportagem é somente para dar veracidade as suas narrações sobre a antropogênese e o continente de Lemuria.
Frater.vicente

Anônimo | 26 de abril de 2010 17:01  

Sabe qual é o maior problema do ser humano??
Seu egoismo de achar que estão sozinhos no universo e que antes deles naõ existiu nenhuma civilização mais avançada do que a que existe agora.e que evoluimos dos macacos, engano do ser humano que ainda continua com uma venda nos olhos não enchergando o obvio.. de tempos em tempos acontece a transição da Terra alem do movimento do eixo da terra e de tempos em tempos quando isso aocntece civilizações somem para dar lugar a outras civilizações isso sempre qcontece quando o ser humano começa a se achar melhor que Deus e passa a amar a materia ao inves do espirito, isso aconteceu com todas as civilizações anteriores a nossa e nos ja estamos no mesmo caminho chegando ao nosso final. depois de nos outras civilizações irão vir e quando Deus conseguir aquilo que ele sempre desejou , um mundo que ele sempre sonhou sem guerras, sem mortes sem doenças , nesse dia sim Deus vai poder descansar de verdade. pois ate então ele ainda não descansou...

Anônimo | 27 de abril de 2010 11:29  

Tremenda evidência de uma civilização pré-diluviana, ou seja, que existia antes do dilúvio descrito na Bíblia em Gênesis capítulo 7. Com certeza após o dilúvio o nível dos mares cresceu e submergiu esta civilização. Aos poucos, a ciência vai comprovar, uma a uma, as histórias descritas na Bíblia, para desespero dos incrédulos. A única saída deles será atribuir, como fizeram alguns "estudiosos", que as formas detalhadas da pirâmide acima foram esculpidas pela ação da natureza, ou seja, pela força dos mares. Não é por nada não, mas "êta marzinho talentoso esse aí do Japão, hein" !

pedro ivan | 29 de abril de 2010 20:42  

Uma consciência global está acontecendo.
Não há porque tapar os olhos, esse sistema vai ruir.

Eu adoro o SOL. Adorem o sol, cultivem suas terras...
Quebrem seus concretos, plantem arvores frutíferas, mantenha vivo os animais. Bebam aguá mineral direto da pedra, pulem em cachueiras...
Podemos utilizar outras tecnicas de manipular a energia... Fazer coisas boas, e evoluir!

O difícil está em ser neutro, pois a neutralidade omite o mau, portanto compactua com ele, e impede que o bem se manifeste, sendo que o mau é ausência de BEM.

Anônimo | 13 de maio de 2010 19:53  

No livro Terra, chave Pleiadianas para a biblioreca viva, eles falam que até 2012, várias cidades e civilizações iriam ser descobertas. Ai está a prova de mais uma delas , como a da amazonia também. Fantastico!

Jackie Freitas | 18 de maio de 2010 01:45  

Adorei essa publicação!
Muito curiosa e cheia de informações!
Parabéns!
Grande abraço,
Jackie

Claudio Torres | 31 de maio de 2010 19:30  

Kimura first estimated that this must be at least 10,000 years old (8,000 BCE) dating it to a time when it would have been above water.
In a report given to the 21st Pacific Science Congress in 2007 he revised this estimate and dated it to 2000 to 3000 years ago as the sea level then was close to current levels.
Fonte: "Yonaguni, Japan" New Scientist 27 November 2009

Anônimo | 14 de junho de 2010 17:36  

Gilson, só uma coisa, o Saara antes era mar! Pense antes de falar algo meu filho, a 11 mil anos lá não era submerso.

Andreia | 26 de junho de 2010 16:47  

Gilson...sem comentários!! AFFF!!! Me poupe!! Anônimo me salvou!!

Anônimo | 30 de junho de 2010 15:47  

Caros Anônimo 14 de Junho e Andreia...Creio que o Gilson foi apenas irônico sobre o que diriam os incrédulos, não acham? Notem que ele elogia o DCSlive. Paz!

F.G.U | 19 de julho de 2010 13:14  

Primeiro, as datas não definitivas, quanto a idade, em segundo por ¨coincidência¨ a na cosntelação de ORION foi encontrado o primeiro berçario de estrelas.

Pedro Robelo | 23 de julho de 2010 13:04  

daqui 10 mil anos, acharão vestígios de um Cristo Redentor, no fundo do mar e também dirão que é um grande achado! Eu heinm, isso assusta! heuieahuiae

Anônimo | 24 de julho de 2010 17:14  

tic tac tic tac, o tempo esta passando...
todos já têm sua roupa de mergulho?

Anônimo | 30 de julho de 2010 08:13  

INACREDITAVEL....CONTINUEM O BOM TRABALHO ..
ACHO QUE O PLANETA TERRA JÁ SE LIVROU DE MUITAS CIVILIZAÇÕES E SE REGENEROU...
CONTINUEM PESQUISANDO...QUEM SABE DESCOBREM CURAS PARA MUITOS MALES DA HUMANIDADE
BOM TRABALHO, MAS NÃO MODIFIQUEM NADA , DEIXEM TUDO COMO ESTÁ... PODEMOS ESTAR MEXENDO EM ESTRUTURAS SAGRADAS, E ATRAIR A IRA DE ALGUM SER ALIENÍGENA...

Drêycka | 30 de outubro de 2010 22:44  

EXCELENTE!
Chega tô sem palavras!!
Vcs aceitam fazer parceria?? Eis o meu blog: http://oestrahocurioso.blogspot.com

; )

Anônimo | 8 de dezembro de 2010 16:44  

cada movimento do homem descobre um movimento de seus ancestrais ...por que tanta resistencia em acreditar no óbvio ?.qual o risco?quem sabe nos unirmos com a pesquisa se´ria de tantos trabalhadores mundo afora e acrescentar algo de útil ao que já foi descoberto?assim asseguramos um crescimento da especie humana que se encontra em patamares de muiiita necessidade enquanto seres espirituais ,passeando pelo planeta azul.me solidarizo com todos os comentaristas que apoiam o desenvolvimento amoroso do ser humano.

ROBERTO RECH | 11 de dezembro de 2010 22:14  

Inacreditável

Anônimo | 13 de março de 2011 19:53  

Muito interessante adoro História...

georges | 19 de março de 2011 12:14  

Ola,em mergulhos na floresta amazonica, retirei alguns artefatos com inscrições muito parecidas.
abraço
Georges- gmovelaria@gmail.com

Anônimo | 10 de abril de 2011 15:03  

assim como na musica de Sá e Guarabira:

"o sertão vai virar mar ... o mar também vire sertão"

será que pode acontecer o contrário de novo?
jah imaginaram o mar mudando de endereço?

Anônimo | 24 de abril de 2011 21:47  

Leiam também "As digitais dos Deuses" e verão como várias civilizações antigas seguiam um padrão inteligente e voltado ao Sagrado.

Anônimo | 22 de setembro de 2011 20:28  

Por este mundo já passaram divervas civilizações e possivelmente civilizações vindas de fora que ficaram aqui por algum tempo,e posteriormente foram embora...
...mas de vez em quando dá sinais que evoluiram á tal pondo que convivem conosco de forma velada,pois sabe o quanto ainda somos imaturos e passionais em alguns atos que cometemos uns com os outros.Apenas nos observam de suas naves e alguns interagem de forma mais corajosa,se misturando com a gente!!!

Anônimo | 6 de outubro de 2011 18:49  

Cara por quer isso nao é noticia no mundo em redes de tv? Por acaso issas imagens nao foram feitas no otoxopem usando se duas imagens em ue uma delas fora colocada em opaco(transRenia???!!!

Anônimo | 6 de outubro de 2011 21:49  

É incrível que essas estruturas tenham resistido a ação do tempo por milhares de anos.As estruturas modernas segundo estudos recentes não resistem mais que 150 anos sem que haja manutenção das mesmas com certa frequência,portanto ainda não conseguimos criar algo perene que no futuro nos identifiquem como uma civilização que esteve no planeta.

Anônimo | 25 de dezembro de 2011 18:09  

Anônimo| 25 de dezembro de 2011
Ainda somos muito imaturos para termos opinião segura para estes assumtos, vejamos Matchu Pitchu, ninguem até hoje nos disse qual foi a causa do fim de sua civilização, que foi bem mais recente.

Deodato | 5 de abril de 2012 15:08  

deodato G. Santos 05 de abril de 2012

Muito interessante e oportuna essa reveladora reportagem. Sem dúvida estamos ás vésperas de uma revolução fisica, moral e espiritual. Preparemo-nos todos para aceitar e viver uma éra de paz e harmonia,interagindo com seres altamente evoluidos que se farão presentes para acompanhar esse importante passo da humanidade,

Sergio Soares Nunes | 9 de julho de 2012 10:46  

Fantástico. Creio que um dia, mesmo que seja distante, poderemos saber com mais extidão sobre tais civilizações, como: Atlântida, Lemúria e diversas outras explicaçôes, acerca, por exemplo, das pirâmides do Egito, mas não só, também a respeito de diversos outros mistérios que permanecem sem explicação para nós.

Muito boa reportagem, parabéns!!

Anônimo | 10 de julho de 2012 10:01  

A Midia nos coloca tanta porcaria em sua programações diarias, e nos priva da sabedoria e de informações como esta.

Anônimo | 31 de julho de 2012 20:09  

Isto ainda não é nada pra muitos que não acreditam em muitas das discubertas que muito destes homenes que têm vindo á discubrir. O porque de tanta duvida sé muito denós soubenos que antes da nossa era ouve outros abitantes.E então onde anda os seu vestigios? Então ai esta muito dos vestgios dos anatigos abitantes da desta terra tão bela por mé só tenho a desejar parabéns!!!!!!!!!..................

Anônimo | 31 de julho de 2012 21:43  

muito bom... isso indica que ha muita coisa que o ser humano desconhece, verdades que se descobertas, colocariam o mundo num colapso, verdades que meteriam em duvida o conhecimento, ideias, do homen....

Anônimo | 5 de agosto de 2012 04:21  

GILSON ....IGNORANTE E BURRO !!! ISSO FOI A 11 MIL ANOS ATRAZ ANIMAL !!! AQUELE TEMPO NAO ERA MAR ALI NA LOCALIDADE SUA ANTA !!!!!!!!!!!!!!!

Leonardo A. || [ADM]DWade | 16 de setembro de 2012 22:39  

Todos blasfemando.

Anônimo | 21 de setembro de 2012 10:37  

MAGNIFICA!!!!!!!!!

Anônimo | 25 de novembro de 2012 21:35  

o fim dessa era se aproxima.e com ela,a arrogância humana tem um fim.nosso corpo é só poeira.como nossas roupas,carros e casas.o que importa é o quanto evoluímos espiritualmente.

Anônimo | 9 de março de 2013 16:30  

Nem ao próprio filho se deu o conhecimento do fim... Quanto mais a nós, meros mortais. Ignorância maior é propriamente ignorar o princípio de todas as coisas: Deus.

Anônimo | 23 de março de 2013 17:48  

Mas adão não foi o primeiro?
http://cronologiadabiblia.wordpress.com/2010/12/01/50/

Anônimo | 16 de maio de 2013 17:34  

não tenho duvida nehuma que pelo corte das pedras ser tão perfeitos precisos que teve vida inteligente que viveram aui na terra para exploração de recursos minerais

Anônimo | 15 de julho de 2013 16:26  

talvez na epoca da contruçao desta piramides fosse a mesma do diluvio quem sabe nao foi a acomodaçao das placas tectonicas que colocou esta piramides no fundo do mar

Anônimo | 21 de março de 2014 21:40  

L.C./21/03/2014
As pesquisas sérias ,como esta,deveriam ser mais divulgadas na mídia, pois está mais que na hora de todos nós vivenciarmos esse "despertar" da Consciência para entendermos e vivenciarmos melhor a Espiritualidade, independente de religião, que sempre foi,é e sempre será. Aproveito para indicar o livro:O Processo Maior Transmutando o Homem (Editora Novo Mundo)

NEGLIGENCIAS | 21 de julho de 2014 22:41  

Acompanho as escrituras, não posso dizer que as mesmas são mentirosas, mas observo de um angulo diferente a algumas teologias, pois nós estamos aqui na terra a muito mais tempo que algumas teologias determinam pra tratados biblicos, vez que a mesma não cita datas expecificas das ramificaçoes dos povos sobre a terra, nem por isso digo que as escrituras sejam falsas.
Vejo que falta ali são datas precisas da origem do homem. muito se discute sobre as piramides do egito e da torre de babel biblica, contudo temos algo ai as nossa vistas que servem de apoio a todo aquele que se envereda nos estudos biblicos.

WEB GIRO | 7 de junho de 2016 17:43  

Pelo jeito Atlântida ainda não saiu de debaixo d'água #fail

CTR | 14 de fevereiro de 2017 21:02  

Visto ..

Postar um comentário

O seu comentário será moderado a primeira vez que você faz como se você incluir links. De lá não ser necessário se você usar os mesmos dados e manter sua sanidade. Não serão publicados insultos, difamação ou desrespeito para os leitores e comentadores neste blog.

Related Posts with Thumbnails